DEMÔNIO DO HALLOWEEN

       HISTÓRIA        

O Samhain (pronuncia-se "sou-en"), também chamado de Halloween, Hallowmas, Véspera de Todos os Sagrados, Véspera de Todos os Santos, Festival dos Mortos e Terceiro Festival da Colheita, é o mais importante dos oito Sabbats dos Bruxos. Como Halloween, é um dos mais conhecidos de todos os Sabbats fora da comunidade wiccana e o mais mal-interpretado e temido.
Samhain celebra o final do Verão, governado pela Deusa. (O nome Samhain significa "Final do Verão".)
Samhain é também o antigo Ano Novo celta / druida, o início da estação da cidra, um rito solene e o festival dos mortos. é o momento em que os espíritos dos seres amados e dos amigos já falecidos devem ser honrados. Houve uma época na história em que muitos acreditavam que era a noite em que os mortos retornavam para passear entre os vivos. A noite de Samhain é o momento ideal para fazer contato e receber mensagens do mundo dos espíritos.
A versão cristã do Samhain é o Dia de Todos os Santos (1o de novembro), que foi introduzido pelo Papa Bonifácio IV, no século VII, para substituir o festival pagão. O Dia dos Mortos (que cai a 2 de novembro) é outra adaptação cristã ao antigo Festival dos Mortos. é observado pela Igreja Católica Romana como um dia sagrado de preces pelas almas do purgatório.
Em várias regiões da Inglaterra acredita-se que os fantasmas de todas as pessoas destinadas a morrer naquele ano podem ser vistos andando entre as sepulturas à meia-noite de Samhain. Pensava-se que alguns fantasmas tinham natureza má e, para proteção, faziam-se lanternas de abóboras com faces horrendas e iluminadas, que eram carregadas como lanternas para afastar os espíritos malévolos. Na Escócia, a tradicionais lanternas Hallows eram esculpidas em nabos.
Um antigo costume de Samhain na Bélgica era o preparo de "Bolos para os Mortos" especiais (bolos ou bolinhos brancos e pequenos). Comia-se um bolo para cada espírito de acordo com a crença de que quanto mais bolos alguém comesse, mais os mortos o abençoariam.
Outro antigo costume de Samhain era acender um fogo no forno de casa, que deveria queimar continuamente até o primeiro dia da Primavera seguinte. Eram também acesas, ao pôr-do-sol, grandes fogueiras no cume dos morros em honra aos antigos deuses e deusas, e para guiar as almas dos mortos aos seus parentes.
Era no Samhain que os druidas marcavam o seu gado e acasalavam as ovelhas para a Primavera seguinte. O excesso da criação era sacrificado às deidades da fertilidade, e queimavam-se efígies de vime de pessoas e cavalos, como oferendas sacrificiais. Diz-se que acender uma vela de cor laranja à meia-noite no Samhain e deixá-la queimar até o nascer do sol traz boa sorte; entretanto, de acordo com uma lenda antiga, a má sorte cairá sobre todo aquele que fizer pão nesse dia ou viajar após o pôr-do-sol.
As artes divinatórias, como a observação de bola de cristal e o jogo de runas, na noite mágica de Samhain, são tradições wiccanas, assim como ficar diante de um espelho e fazer um pedido secreto.
Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat Samhain são maçãs, tortas de abóbora, avelãs, Bolos para os Mortos, milho, sonhos e bolos de amoras silvestres, cerveja, sidra e chás de ervas.

   FILHOS DE SAMHAIN      

Aparência: Não possuem uma aparência padrão especifica, podendo variar.
 

Personalidade: São filhos de um dos demônios mais poderosos que já existiu, são totalmente orgulhosos e costumam desprezar seus adversários e tirar sarro dos mesmos. 

         HABILIDADES       

HABILIDADES PASSIVAS

 

Imprevisibilidade Avançada

 

Naturalmente Samhain não era atemporal, por isso ele sempre buscou um modo de realizar suas tarefas de maneira que fosse impossível lhe prevê, criando um método que lhe permitisse isso, tal método fora repassado de maneira hereditária para seus filhos, a qual fez suas proles herdarem uma marca em forma de abóbora (o personagem decide onde a marca fica). Essa marca não fornece poder algum; o poder vem do próprio filho de Samhain, a marca apenas é uma consequência da habilidade. Tanto ao Samhain quanto as suas proles, possuem uma poderosa imprevisibilidade.

 

Nível 51-100: O adversário desenvolve uma incerteza sobre o paradeiro dessas proles, pois o mesmo não consegue detectar a mesma não sabendo onde ela está ou irá aparecer, sendo que suas vítimas não poderão contar com seus poderes ou habilidades para tais feitos; e que a prole de Samhain consegue estar atrás da vítima sem que a mesma possa perceber, conseguindo enganar até mesmo os sentidos de suas vítimas.

 

Nível 101-150: Atinge um nível maior de imprevisibilidade conseguindo até mesmo tornar a sua mente imprevisível, impedindo que seres telepaticos consigam ler sua mente e realmente saberem seus próximos movimentos, sendo que uma vez que tente isso a vítima não conseguirá ver ou ouvir completamente nada, apenas um silêncio profundo. Habilidades como controles mentais não funcionam muito bem com a prole sendo que elas por serem naturalmente imprevisíveis se mostram capazes de quebrar o controle mental já que elas não necessariamente precisam seguir o que lhe foi ordenado podendo fazer isso de maneira opcional. Inclusive se tornam mestres em fingir e mentir, conseguindo fazer isso com perfeição.

 

Nível 151-200:  Neste nível a prole passa a transcender o conceito de "predestinação", se tornando um ser isento de destino, não tendo mais um futuro predefinido para si, até mesmo quase-oniscientes, aqueles que tentarem não conseguirão enxerga-la no futuro, como se simplesmente não existisse, mas enxergando o futuro dos restantes com perfeição.


 

O Sabbath

 

Também considerado o sábado dos bruxos, sendo Samhain considerado um dos grandes Sabbath, suas proles adquirem certos privilégios nesta data exclusiva.
 
Nível 01-50: Neste nível de maneira passiva todos os mortos voltam a vida em estados de reanimação (zumbis), bruxas aparecem, criaturas que normalmente ficam ocultas também se revelam e etc; cada uma delas será atraída para a prole de Samhain como se a mesma fosse um farol para esses seres, porém elas não tentaram o matar e sim o obedecerão fielmente.

Nível 51-100: As proles de Samhain durante os sábados adquirem um grande aumento nas suas capacidades e principalmente nas suas energias, recebendo a energia mágica de todos os bruxos e bruxas, incluindo até mesmo semi-deuses em um raio de 100m de si (Somente de nível inferior). Seus poderes regenerativos se fortalecem conseguindo se recuperar de danos que normalmente seriam fatais para a prole em questão de segundos.
 
Nível 101-150: Nesse nível os filhos do Sabbath adquirem a capacidade de voltarem a vida independentemente do que tenha acontecido ao seu corpo (Uma vez por sábado), contanto que sua alma esteja intacta. Pois n