top of page
IUY4G6S5ARBQZK6XTT4TSLYMJQ.jpg

ALYSSA CLARK

         HABILIDADES DE TREINO         

Habilidades Passivas

Âme Corrompue

 

Alyssa foi ensinada pelo filho de Cthulhu a corromper sua alma de modo que seus ataques mentais e espirituais afetam a alma do alvo com este poder. Dito pela entidade que consiste em uma técnica perigosa para aqueles que tentam copiar/roubar este poder ou outro que tenha origem mental e/ou espiritual, sofrem do mesmo fim. Sendo uma condição existencial. 

 

Nível 1200: Essa habilidade torna a alma totalmente corrompida e tóxica para aqueles que interagem diretamente com sua alma ou sofrem de algum ataque mental/espiritual por parte da mulher, tornando também a leitura de sua alma impossível normalmente. Os afetados pela corrupção têm seu acesso a poderes divinos interrompidos neste período pela incompatibilidade, desfazendo as habilidades usadas totalmente. A energia eldritch presente ganha "vida" dentro do alvo, tendo um aspecto demoníaco abandonando por fim, seus corpos no período de uma rodada à uma velocidade de mach 1500. Esse espectro a pertencerá e a seguirá por onde vão compartilhando dos benefícios (esta passiva) evitando que terceiros tenham o controle sobre elas. Na ausência desta alma, o afetado ficará em coma por três rodadas, onde ao acordar, não terá nenhum sentimento por ninguém pelo mesmo período que a alma a pertence. 


 

Bakasura

 

Através de um treinamento realizado com Herbert, Alyssa acabou adquirindo uma benção derivada do demônio canibal hindu chamado de Bakasura, que acaba também sendo o motivo dessa habilidade de consumo ser chamada assim.

 

Nível 1300: Uma vez que Alyssa venha a engolir o sangue, carne, ossos ou mesmo o sêmen de um ser vivo, acaba canalizando temporariamente aquilo que consumiu, extraindo poder destes, o que em termos práticos representa que ela terá acesso às habilidades base daqueles que consumiu, mas apenas durante sete dias em off (a partir do momento de consumo). Além disso, no momento em que consome, também acaba tendo uma capacidade regenerativa estimulada em seu corpo, na qual seus ferimentos acabam sendo regenerados em uma velocidade de 1.000 mach (que pode ser um accréscimo a velocidade de regeneração que ela possui, se possuir, é claro), regenerando membros e órgãos vitais destruídos até então, assim como permitir que revitalize sua própria energia divina por meio disto, apesar disso depender da quantia consumida e do poder base daquele que foi consumido.

  • Assimilação física: Um poder mostrado por Hebert. A morena pode extrair a própria essência da vida, permitindo assimilar a força daquele ingerido. Naturalmente esse efeito já é possível, contudo, Alyssa pode escolher assimilar apenas a força caso queira, o que tende a ser útil em alguns casos específicos mantendo o mesmo tempo de duração, tornando o poder mais seletivo já que interage apenas com esse conceito físico. Caso a força assimilada seja igual a sua, se converterá em um acréscimo de um único (+) em sua força e durabilidade base. Contudo, se o alvo em questão tenha uma força superior a sua, irá simplesmente assimilar força e durabilidade base deste para si. Quando a força superior se tornar a sua, os parâmetros das próximas assimilações irão ocorrer de igual modo - caso venha assimilar outro no espaço de tempo que se manter ativo tal assimilação. O efeito de cada consumo permanece durante sete dias em on.

Arca Lovecraftiana

 

Worm acabaria por fundir essencialmente Alyssa com a arca da aliança, sua antiga prisão, tornando ambas um único ser, levando a mulher a adquirir todas as características desta mescladas com o horror cósmico do próprio Azatoth. Claro, é impossível replicar, assimilar, copiar ou roubar este poder devido ao modo que foi adquirido e a presença de entidades que nela vivem, sendo uma imunidade super absoluta.

 

Nível 1500: Alyssa possui uma resistência base, sendo ela Multi Solar System. Mas o verdadeiro poder é o fato da dama selar e absorver seres vivos em seu interior, os engolindo. O poder de selamento é alto o suficiente para afetar até seres com o poder de um arcanjo como Uriel e Salatiel (Multi-Galaxy) sendo o potencial do selo, onde os alvos são incapazes de acessar seus poderes enquanto selados. Não existe tempo limite para o uso desse selamento, assim como a arca original, dependendo exclusivamente de quando ela deseja libertar. As vítimas entram em uma dimensão de bolso aterrorizante, cheia de horrores cósmicos com paisagens distorcidas e aterrorizantes, um verdadeiro pesadelo com a temática de entidades lovecraftianas que habitam naquele espaço, claro, apenas um pesadelo. O plano de existência que os alvos selados vão é uma mistura da sacralidade da antiga arca com o horror cósmico dos lovecraftianos. Enquanto estiverem selados no interior da arca ficarão presos em um eterno ciclo de ressurreição/recriação, tornando irrelevante tentativas de se soltar através destes, visto que caso isto seja feito, retornarão novamente no interior da arca, que agora possui um toque mais macabro, onde a dor e o terror são parte do processo contínuo. Os seres vivos no interior do baú sagrado, não podem ser localizados e nem sentidos por outros seres, como se simplesmente houvessem sido apagados da existência em passado e presente, continuando indetectáveis, como se tivessem sido apagados. Contudo, um véu de loucura absoluta que obscurece qualquer tentativa de localizá-los passa a existir, afetando aqueles que tentam encontrar os alvos, funcionando como efeito colateral pela tentativa, gerando um choque mental que além de impedir a obtenção da informação de localização, também os leva a ficar inconscientes durante três rodadas. Por fim, Alyssa pode libertar os selados à vontade ou manter o controle absoluto sobre eles, manipulando-os como marionetes dos pesadelos Eldritch. Tal como a arca, ela pode selar até dois seres. 

 

  • Cthulhis: São entidades lovecraftianas que também vivem nessa dimensão interna assim como outras entidades, mas diferentes destas, esses polvos cósmicos criados pelo próprio Cthulhu, estão sempre junto à mulher. Eles possuem um poder equivalente ao de um arauto, o que significa que esses seres possuem um poder base equivalente a um deus primordial em sua forma base, permitindo usufruir os poderes completos e totais da aba Cthulhu, incluindo sua forma divina. Esses seres possuem um elo maternal natural com sua "mãe", servindo-a e a protegendo. Seguindo claro, sua ordem e desejo. O que permite sempre essas entidades surgirem onde Alyssa está, graças a essa dimensão e ligação maternal que fortifica o elo.

Habilidades Ativas

Dama do Caos 

 

No treino com Herbert a mulher aprendeu a sentir o caos do ambiente e em qualquer lugar para usufruir desta energia poderosa. Podendo usar da energia caótica como arma. Válido destacar que em seu treino ela aprendeu a sentir o caos nos lugares e redirecionar, como dito pelo cientista.

 

Nível 1200: O poder consiste em gerar energia do caos e a controlar da maneira que lhe sirva como arma manipulando esta energia para moldá-la ao seu prazer, mantendo suas propriedades: Aura, Espadas, Escudos, Botas e Afins seguindo, pois, a sua resistência atual. Devido a este treino é possível controlar as forças caóticas do ambiente e redirecioná-la tomando o controle. Contudo, o real brilho desta manifestação de caos é a capacidade de desestabilizar tudo o que entra em contato, seja referente ao plano material ou espiritual, fazendo com que aquilo que foi tocado venha a falhar a partir da região de contato com a energia do caos, o que ocorre em mach 2000, que também é a velocidade de propagação da energia do caos. Funciona até com habilidades absolutas.

  • Alquimia: "Um poder que sutilmente redefine a própria essência das coisas", dito isso, a seguidora com este poder é capaz de através de gestos (segue portanto sua velocidade de combate) criar símbolos que transmutam materiais inorgânicos podendo reconfigurar segundo seu desejo, não tem um limite aparente já que depende apenas de sua imaginação conforme as palavras de Herbert, dando portanto novas capacidades e características. Contudo ao ser usado em matéria organizada é capaz de desfigurar a existência de alguém, conforme sua vontade. Podendo despedaçar, remodelar como se fosse peças de Barro. Fragmentando, separando a existência de um alvo em pedaços de uma forma anormal.Tendo como efeito variados dentre a regeneração e despedaçar a existência de alguém, por exemplo. Vale ressaltar que os símbolos não precisam tocar o alvo para sua efetividade, basta que ele esteja "dentro" deles, mas podendo agir no momento em que entre em contato com estes.


 

Réanimation de L'essence Morbide

 

Por meio de um treinamento realizado com o cientista Herbert, Alyssa acabou adquirindo uma certa gama de habilidades, incluindo a capacidade de reanimar os mortos por meios alquímicos anormais, sendo um poder maior que uma mera reanimação, até mesmo superando os meios normalmente utilizados pela necromancia.

 

Nível 1300: Com a origem da habilidade vindo da alquimia, naturalmente é necessário que Alyssa crie o soro reanimador, sendo feito basicamente de ingredientes estranhos, elementos fundamentais, essência da vida e uma substância atratora de sombras etéreas, os quais acabam sendo mesclados através da energia caótica adquirida por Alyssa, dando origem a um soro fisiológico divino. Uma vez que esse soro seja derramado em uma superfície, ele irá se conectar com o elo com as almas além do véu, em outras palavras, aqueles que morreram/foram apagados naquele lugar (margem de erro de até um pequeno país de distância) anteriormente em um espaço de tempo de até cem anos (em on), revivendo-o com o retorno não só de seu corpo e alma, mas também de sua essência do falecido. Aquele que retorna acaba recebendo uma regeneração que abrange seu corpo e alma, que mesmo que sejam completamente destruídos, continuarão a se curar pelo fato de sua essência mórbida permanecer ali, regenerando-se em uma velocidade de 4.000 mach, tornando-os “indestrutíveis”, já que o melhor meio de os vencer é através de um selamento, dado o fato de que estão presos ali por um meio essencial. Aqueles que retornam estão sob o controle de Alyssa, obedecendo-a como peões.

 

Obs: Os reanimados ficarão “vivos” por um período indeterminado de tempo. Contudo, é necessário que Alyssa saiba exatamente quem deseja trazer de volta, caso não, pode trazer um ser aleatório por acidente.

Essência Purgatória

 

Alyssa treinou tal técnica dentro da arca da aliança, um lugar que impede acesso a energia divina. Em termos práticos, permite a dama usufruir deste poder mesmo em condições adversas como selamentos com potencial Multi-Galaxy, afinal, a fonte desse poder é ligado intrinsecamente ao existencial equilíbrio ao purgatório, sendo uma conexão direta da marca com esse "reino". Contudo, caso o selamento ultrapasse o potencial ou ela seja selada quando a conexão estiver cortada, perderá o acesso a tal habilidade. Enfim, Worm implantou a essência dentro de Alyssa tornando este poder impossível de copiar, sendo uma imunidade quase onipotente. Isso porque existe uma condição para acessar este poder - ter sido ou ainda ser devoto eldritch e não sucumbir ao seu poder. Enfim, é um poder que permite à mulher canalizar e controlar a energia do purgatório sem nenhum custo energético pessoal, usando todas as habilidades e sub habilidades sem problemas com esgotamento e em seu total grau de potencial. Vale ressaltar que quando usar esse poder, sua marca começa a brilhar, sendo um efeito visual para simbolizar o uso da habilidade.

 

Nível 1500: Seu efeito mais simples, é claro, é a capacidade de manifestar trevas e as modelar uma vez criadas, dando formas sólidas e demais coisas. As controlando e manipulando para diversos fins, para ataque e defesa seguindo sua criatividade, podendo usar como meio de locomoção se assim quiser, absorvendo coisas para dentro, enfim, muitas possibilidades. Além disso, Alyssa pode ver o passado de alguém, de um lugar e até mesmo de objetos, assim como, consegue vê algumas horas no futuro sem dificuldades. A velocidade de viagem dos ataques das trevas é de 7.000 Mach. Em contraparte, Clark naturalmente consegue canalizar uma aura vermelha em seu corpo, a energia do purgatório, podendo a usar em seus golpes físicos e habilidades intracorporais a fim de as fortalecer e às usar para algum fim desejável, assim como, conseguem controlar esta energia como uma aura, criando escudos e barreiras com as propriedades naturais que a energia já tem, de apagar ataques, objetos e seres da existência. 

 

  • Portais Interdimensionais: É a capacidade de criar portais que permitem a passagem entre diferentes dimensões mesmo que muito distante. O usuário deste poder pode abrir fendas no tecido do espaço, formando portais que conectam um ponto a outro, por distâncias equivalentes ao potencial de ataque atual do usuário. Esses portais podem ser estáticos ou móveis, e sua duração e tamanho podem ser controlados pelo usuário podendo as usar em combate se assim desejar. Contudo, o que diferencia o "Inter" de apenas "dimensional" é a capacidade de interagir e de ir a outras dimensões espaciais. Portanto, a grande chave da habilidade aprendida não é apenas se teletransportar (e a outras pessoas e coisas por portais) de um local a outro, mas também viajar entre diferentes dimensões espaciais, desde que uma vez tenha estado nelas. Invadindo mundos divinos, saindo de dimensões que possuem defesas espaciais da mesma escala ou inferior ao seu poder de portal, sair e ir para dimensões de bolso, enfim, muitas possibilidades que dependerá apenas da usuária. Afinal, o poder interdimensional tende a ser bem abrangente e versátil.

 

  • Pilar Cósmico: Um ataque poderoso que dispara feixes luminosos com essa energia do purgatório contra seus alvos (máximo de cinco pessoas), capaz de explodir o corpo de dentro para fora a um nível atômico, devido a interação dessa energia com o do outro. Algo interessante, é que para cada ataque efetivo dessa energia que não pode ser absorvida/ controlada por uma imunidade advinda de sua propriedade, acaba gerando uma onda consecutiva que de espalhar a mach 8.000 por um raio de 50m causando os mesmo efeitos em cadeia. 

 

Obs: Necessário dizer que este poder só é utilizado devido ao equilíbrio existencial do usuário que permite-o ligar-se ao purgatório, e que naturalmente este se desfaz pelo uso do poder, sendo que para cada rodada de uso da habilidade, será necessário aguardar mais duas rodadas de uso, sendo que a habilidade pode ser utilizada por até seis rodadas contínuas.

Alchimie Énergétique

 

Um poder ensinado por um duende chamado Clion. Consiste basicamente na capacidade de replicar e assimilar a energia de algum alvo específico, somando essa a sua energia base principal, de modo que não atrapalhe seus outros poderes, mas que se adapte principalmente em combates, contra outros semideuses.

 

Nível 1700: Para que a habilidade ocorra, Alyssa precisa passar por um período "passivo" de observação para utilizar esta ferramenta. De início, o período de percepção consiste em três rodadas., no nível 1700 diminui para duas rodadas e no 1800 irá para uma única rodada, e no 2000 conseguirá compreender em menos de um turno. Porém, como Clion afirmou, caso Clark use uma habilidade "extra" que permita ver o fluxo de energias ou alguém revele essa energia a ela, a fase de observação se torna mais simples, o que em termos práticos quer dizer que precisará apenas de um turno, no nível 1800 fica menos de uma rodada. Enfim, após a análise do fluxo do alvo, a semideusa estará pronta para ativar esse poder e adaptar sua energia a outra. O fluxo de energia de Alyssa é reestruturado de maneira que consiga não apenas utilizar os seus próprios poderes normalmente, mas também, todos os poderes de progenitor/seguidor do outro, desde que seja pagão. O tempo de duração com o qual Alyssa consegue usar essas habilidades é de dez dias (OFF), após isso, elas saem do seu leque de habilidades. Entretanto, ela própria poderá "desfazer" essa mudança quando quiser, para assimilar e se adaptar a outros. Já que tal técnica permite comportar uma única mudança por vez. Válido destacar que Alyssa pode replicar a energia de semideuses que são seguidores parciais também, contando como apenas uma única energia e não de dois deuses diferentes.

Eldritch Ascendancy

 

Alyssa é capaz de permitir que o poder da marca que possui em seu corpo, flua sobre sua existência, transformando-a em uma entidade de poder eldritch, alcançando este patamar graças a essa transformação. Este poder não só altera sua aparência, mas confere à ela uma figura negra e viscosa com características aberrantes, mas também acaba incidindo uma nova consciência e personalidade própria à marca, criando uma dualidade dentro de Alyssa e o seu lado eldritch, como uma segunda voz em sua cabeça. Enquanto transformada possui uma velocidade de viagem e combate equivalente a luminosa.

 

Nível 1800: Alyssa neste estágio pode se fundir com o ambiente, tornando-se imperceptível em nível absoluto e adaptando ainda sua aparência às cores e texturas ao redor, ideal para emboscadas e infiltrações nesse mesmo grau. Possuirá passivamente uma regeneração absoluta existencial, que permite regenerar toda sua existência mesmo que sobre uma única partícula material ou espiritual de tamanho atômico. Essa regeneração ocorre de maneira inconsciente, ocorrendo na velocidade de 30% à velocidade de combate, voo ou viagem atual que ela estiver usando (a que tiver maior valor). A entidade ainda ganha uma imunidade absoluta a venenos, doenças e outras toxinas, protegendo-a de numerosos perigos biológicos e químicos, nessa mesma escala. Além disso, ela terá um controle também perfeito sobre sua própria existência, conseguindo sua existência de acordo com sua vontade, sem limites aparentes dependendo apenas de sua criatividade sem sofrer com isso, o que junto da outra consciência tende a ser muito poderoso e útil. Podendo ainda, usar disso para assimilar itens com a própria existência, adicionando as propriedades deste ao que possuir naquele momento, ou seja, caso o item conceda velocidade, força ou resistência vai se manter os valores que forem maior, assim como acessar as habilidades destes passam a ser seu pelo tempo que dura a transformação. A dama pode gerar teias orgânicas incrivelmente fortes, podendo ser usadas para a entidade se deslocar rapidamente, o que em termos práticos acaba por aumentar a velocidade de viagem que ela tem atualmente em 50%, quando usada para se deslocar. Ela pode capturar inimigos ou criar barreiras defensivas. Tais teias, podem atingir com o plano físico e com o espiritual, impondo uma imobilização absoluta em sua existência. Contudo, caso a teia seja usada para criar uma barreira defensiva que possui uma durabilidade proporcional a potência de ataque atual do usuário, mas com acréscimo de um “+”. Para finalizar, pela marca possuir uma consciência própria e conceder uma dualidade de personalidade para Alyssa enquanto estiver em forma, ela naturalmente pode entrar em conflito ou ajudar Alyssa, ainda que em situações ela consiga agir com uma dinâmica interna especial, onde permite-a executar até duas ações simultaneamente, influenciando também suas decisões e estratégias em combate. A transformação pode ser usada por até quatro rodadas contínuas, sendo que para cada rodada de uso será necessário aguardar mais dois dias (OFF) para fazer uso novamente desta habilidade.

 

Obs: Cada vez que Alyssa tiver sucesso em comer alguém que tenha poder base igual ou superior ao dela, ela receberá mais duas rodadas na transformação durante aquele uso. Mas isso só vale se a pessoa tiver energia naquele momento

 

Resistência da forma: Galaxy +++++++.

Potência da forma: Galaxy +++++++.

bottom of page