DEUS DA MORTE

          HISTÓRIA          

Anúbis (em grego antigo: Ἄνουβις) ou Anupo foi como ficou conhecido pelos gregos deus egípcio antigo dos mortos e moribundos, guiava e conduzia a alma dos mortos no submundo, Anúbis era sempre representado com cabeça de chacal, mas outras fontes afirmam que o animal em questão é o coiote, entretanto os egiptólogos mais conservadores afirmam que não há como saber com certeza, era sempre associado com a mumificação e a vida após a morte na mitologia egípcia,também associado como protetor das pirâmides. Na língua egípcia, Anúbis era conhecido como Inpu (também grafado Anup, Anpu e Ienpw).[1] A menção mais antiga a Anúbis está nos Textos das Pirâmides do Império Antigo, onde frequentemente é associado com o enterro do Faraó.[2] Na época, Anúbis era o deus dos mortos mais importante, porém durante o Império MédioOsíris.[3] , passou a ter a função de deus primordial dos mortos, enquanto que Anúbis tinha funções menores como por exemplo o preparo do corpo e embalsamento dos mortos.

Assume nomes ligados ao seu papel fúnebre, como Aquele que está sobre a sua montanha, que ressalta sua importância como protetor dos mortos e de suas tumbas, e o título Aquele que está no local do embalsamamento, associando-o com o processo de mumificação.[2] Como muitas divindades egípcias, Anúbis assumiu diversos papéis em vários contextos, e nenhuma procissão pública no Egito era realizada sem uma representação de Anúbis marchando em seu início.

A esposa de Anúbis é a deusa Anput, seu aspecto feminino, e a sua filha é a deusa Kebechet.

Os egípcios acreditavam que no julgamento de um morto o coração dele era pesado numa balança e a Pena da Verdade (que pertencia à consorte de Anúbis, Maat, a deusa da verdade). Caso o coração fosse mais pesado que a pena o defunto era comido por Ammit (um demônio/demónio cujo corpo era composto por partes híbridas de leão, hipopótamo e crocodilo), mas caso fosse mais leve a pessoa em questão poderia ter acesso ao paraíso ou a alma voltaria ao corpo. Anúbis era quem guiava a alma dos mortos.

     FILHOS DE ANUBIS     

Aparência : São magros, possuem cabelos castanhos e peles morenas.


Personalidade :Apesar de serem filhos de um deus temidos, os mesmos são bondosos devido ao carinho do fiel companheiro.

          HABILIDADES        

Poderes Passivos

Velocidade

Anúbis era representado como tendo a cabeça de um chacal, um animal que ronda os túmulos dos mortos, a quem os egípcios atribuíram a função de um guardião dos túmulos. Chacal possui uma grande velocidade, o que se manifesta tanto em Anúbis quanto em sua prole.

 

Nível 1-10: A sua velocidade é de 400 km/h.

 

Nível 11-25: A sua velocidade é de 800 km/h.

 

Nível 26-35: A sua velocidade é de 1200 km/h.

 

Nível 36-50: A sua velocidade é de 1600 km/h.

 

Nível 51-99: A sua velocidade é de 2000 km/h.

 

Nível 100-150: A sua velocidade é de 2400 km/h.

 

Nível 151-200: A sua velocidade é de 2800 km/h.

 

Nível 201-250: A sua velocidade é de 3200 km/h.

 

Nível 251-300: A sua velocidade é de 3600 km/h.


 

Ser Anaeróbico

Nível 20: Convivendo dia após dia, durante anos com os mortos, Anúbis acabou adquirindo uma característica que finalmente se manifesta em sua prole. Mortos não possuem qualquer capacidade de respirar, estejam eles de fato mortos ou tenham sido invocados por um ser com poder de Necromancia. Sem respirar, o morto não tem necessidade de oxigênio para sobreviver, ou melhor, não tem necessidade de ar para sobreviver. Anúbis e sua prole manifestam essa característica, podendo sobreviver em ambientes sem precisar respirar, podendo ficar no vácuo do espaço ou então no fundo do mar pelo tempo que desejarem sem respirar.


 

Senhor dos Mortos

 

Anúbis é o Deus da Morte. Ainda que tenha perdido o seu trono para Osíris, seu pai, seu poder não diminuiu, sua importância não foi perdida e seu título não lhe foi retirado. Ele permanece como uma das mais importantes e poderosas divindades egípcias, pois caso morram, os deuses passarão por ele, como seu próprio pai passou.

 

Nível 1-10: A prole possui uma presença imponente, causando medo e intimidando todos os seus inimigos, chegando ao ponto que se tiverem até 30 níveis mais fortes que ela, irão se sentir profundamente apavorados de lutar com ela, chegando ao ponto de que não poderão se mover ou pensar enquanto estiverem na situação de lutar ou confrontar a mesma, com medo da morte representada em sua pessoa. Também poderão ver espíritos e interagir com eles, podendo falar livremente com eles, tendo o seu respeito por conta de seu progenitor.

 

Nível 11-25: A prole pode sentir locais que ocorreram mortes e nesses locais ou em ambientes de descanso dos mortos (cemitérios), pode chamar os espíritos do mundo dos mortos e do além-vida para o mundo dos vivos, podendo os manter ali até que os libere, fazendo-os voltar para seu ambiente de descanso. Estando próximos da prole (até 100 metros e somente os que chamou), os espíritos podem se tornar visíveis para os outros e tocar em pessoas e objetos.

 

Nível 26-35: A prole adquire o respeito de todos os espíritos do mundo dos mortos, sejam bons ou maus. Em lugares que a prole estiver que houver morte, a mesma será fortalecida, seus atributos e poderes praticamente dobrando nesse momento. A prole agora pode mandar nos espíritos, sejam eles bons ou maus, os mandando possuir outros corpos e/ou assombrar objetos ou ambientes, os podendo distorcer de forma a causar tamanho terror nos outros que não poderão fazer nada mais.

 

Nível 36-50: Em locais com espíritos de mortos e/ou espíritos, a prole triplicará todos os seus atributos e poderes. A prole também possui permissão de ir e vir do submundo egípcio quando bem desejar, sem ser impedida por nenhum poder externo. A prole é capaz de ver e também a aura dos seres, sejam eles vivos ou não, através dessa forma poder saber se a pessoa é boa ou não, localizar poderes e mensurar quão forte são e que tipo de poder é (tipo é de um mago, semideus, deus, monstro, etc).

 

Nível 51-99: Em locais com espíritos de mortos e/ou espíritos, todos os seus atributos e poderes serão aumentados em 4x. Nesse nível a prole adquire a capacidade de atingir as almas dos outros seres vivos, podendo causar danos ao corpo mesmo este tendo imunidades, ou puxar almas para fora do corpo, tornando a vítima um cadáver vivo, mas somente pode manter o corpo daqueles do seu nível fora do corpo por 3 rodadas e os mais fortes apenas por uma rodada.

 

Nível 100-150: Em locais com espíritos de mortos e/ou espíritos, todos os seus atributos e poderes serão aumentados em 6x. Agora a prole possui autoridade sobre demônios do inferno egípcio, podendo os chamar para o mundo normal para lhe ajudarem em combate. Nesse nível também, a prole adquire a capacidade de absorver a energia vital dos seres vivos. Ela absorve naturalmente a energia de todos os seres vivos, mas uma quantidade bem pequena de cada ser vivo, ao ponto de não fazer diferença. Ainda assim, combinando toda a energia, lhe permite restaurar 40% de sua própria energia por rodada.

 

Nível 151-200: Em locais com espíritos de mortos e/ou espíritos, todos os seus atributos e poderes serão aumentados em 8x. A prole agora adquire a capacidade também absorver energia espiritual junto da vital, agora restaurando 70% de sua energia por rodada. Uma vez por evento, caso morra, a prole poderá ressuscitar. A prole também terá Necrosciência, adquirindo todo o conhecimento e memória sobre os mortos no momento que eles morrem, também podendo aprender técnicas que o morto conheça.


 

Soberano do Submundo

Pelo tempo que Anúbis foi o soberano do submundo, ele possuiu poder o suficiente para deter uma resistência formidável, esta que não se perdeu mesmo quando seu pai assumiu o seu posto de Deus do Submundo. Outros aspectos também relacionados ao fato de ser deus dos mortos lhe concederam alguns bônus a mais. Essa resistência será passada à sua prole.

 

Nível 1-30: A prole possui a resistência do ferro e pode resistir à destruição de uma casa. A função principal de Anúbis é a mumificação e o julgamento dos mortos, o que sempre toma muito tempo pela quantidade de pessoas que vinham a morrer e para julgar todas as suas ações. Dessa forma, o deus desenvolveu total falta com relação às necessidades humanas (comer, dormir, etc.) Sua prole possui essa mesma característica.

 

Nível 31-60: A prole possui a resistência do aço e pode resistir à destruição de um prédio. Por ser praticamente o Juiz dos Mortos, Anúbis não podia se deixar levar pelos sentimentos. Assim, ele adquiriu uma resistência à manipulação de seus sentimentos, característica herdada pela sua prole.

 

Nível 61-90: A prole possui a resistência do titânio e pode resistir à destruição de quarteirões. Pelo mesmo motivo dos sentimentos, Anúbis também adquiriu resistência a poderes psíquicos.

 

Nível 91-120: A prole possui a resistência do titânio e pode resistir à destruição de cidades. Por viver em um ambiente dos mortos e onde os demônios habitavam também, Anúbis veio a desenvolver uma imunidade a possessões, o que foi passado para a sua prole, podendo resistir até possessão de seres demoníacos 50 níveis mais fortes que ela.

 

Nível 121-150: A prole possui a resistência de diamante e pode resistir à destruição de estados. Pela sua criação com Ísis, deusa da magia, Anúbis desenvolveu um pouco de resistência a magias em geral.

 

Nível 151-180: A prole possui a resistência do adamantium e pode resistir à destruição de países. Chegando no seu máximo, a prole possui uma resistência altíssima na sua própria alma, não a permitindo ser afetada por nada e de nenhuma forma, sendo praticamente imune a ataques espirituais.


 

Cabeça de Chacal

Anúbis é um deus representado com a cabeça de um chacal. Por esse motivo, a prole, apesar da sua aparência humana, possuirá poderes comuns a chacais, ou que são atribuídos a eles.

 

Nível 1-10: A prole terá sentidos avançadas, sendo capaz de ver na distância de quilômetros, ouvir barulhos muito baixos, mesmo dentro da terra, e sentir cheiros muito fracos e sutis, e até mesmo enxergar no escuro. A prole terá garras ao seu favor, normalmente disfarçadas como unhas normais, mas que em combate cresceriam, adquirindo uma cor negra e se tornando completamente negras. As garras podem cortar aço com extrema facilidade.

 

Nível 11-25: A prole adquire a facilidade para se adaptar a qualquer ambiente ou a qualquer mudança no ambiente que estiver. Também possuirá um grande senso de localização e posição, dificilmente ficando perdida ou confusa com um ambiente. Nesse nível, as garras agora podem cortar titânio facilmente, agora possuindo uma toxina que causa alucinações em qualquer um, mesmo em imunes, contanto que seja mais forte que eles.

 

Nível 26-35: A prole adquire a grande inteligência dos chacais, podendo aprender várias coisas facilmente, analisar situações rapidamente e compreender qualquer coisa que perceba. Também adquire uma habilidade de se omitir, podendo se camuflar e esconder em diversos ambientes, sendo capaz de se tornar imperceptível e inaudível dessa forma, somente sendo perceptível para outros com similar habilidade de omissão ou de se tornar imperceptível. As garras agora podem cortar diamante facilmente.

 

Nível 36-50: A prole adquire instintos primordiais, os quais não pode controlar, mas que lhe podem ajudar em quase qualquer situação. As principais habilidades seriam a de conseguir fugir em qualquer situação que se encontre, encontrar passagens tanto para a fuga quanto para entrada em outros lugares (por causa da características dos chacais de invadirem túmulos). Também adquirem a capacidade de criar itens e ferramentas. As garras agora cortam adamantium e agora a toxina é mais forte, fazendo o inimigo passar mal e ficar paralisado por 3 rodadas.

 

Nível 51-99: A prole possui agora instintos de batalha que lhe permitem reagir a ataques até 4 vezes mais rápidos que ela própria, adquire capacidades de caçador e de sobrevivência para quase qualquer ambiente que esteja. Seus olhos agora lhe permitem detectar fraquezas e pontos fracos dos inimigos, além de poder ver objetos escondidos e guardados. As garras da prole agora cortam vibranium.

 

Nível 100-150: Ao chegar no seu máximo, a prole adquire a melhor garra que poderia ter. Elas agora são capazes de cortar Ferro Divino e por sua relação com o mundo dos mortos, as garras causam um dano significativo às almas dos inimigos, o seu veneno agora atingindo as almas deles, causando uma grande dor no corpo dos inimigos além de os levar ao coma em até 3 rodadas caso suas almas sejam atingidas.


 

Seguidor Dourado

Chacais Dourados eram animais comumente encontrados em cemitérios e túmulos, pois eles escavavam as tumbas para roubarem os ossos para comer, porém os egípcios acreditavam que eles eram guardiões dos mortos, motivo pelo qual Anúbis foi representado com a cabeça desse animal, tendo a função de guiar, julgar e guardar os mortos. Porém, há divergências que dizem que Anúbis possuía uma cabeça de cachorro. Dessa forma, a prole de Anúbis irá receber um companheiro canino (aparência de qualquer cachorro) que possuirá algumas habilidades especiais, tanto dos cães quanto dos chacais pela ambiguidade.

 

Nível 1-40: A força, a velocidade, a resistência, as garras e os sentidos do animal são equivalentes ao semideus. O animal pode falar normalmente a língua humana e também falar telepaticamente com a prole. Caso ele seja morto ou destruído de alguma forma, ao fim do evento ele retornará como se nada tivesse lhe acontecido.

 

Nível 41-80: O canino não possuirá medo de nada, não sendo afetado por este de maneira nenhuma. O animal terá a capacidade de detectar inimigos, não importando quão bem estejam escondidos, além de ser capaz de pressentir ameaças de qualquer tipo tanto a si quanto à sua prole, podendo reagir a elas de forma que, durante breves instantes, atinja até 5 vezes a sua própria velocidade.

 

Nível 81-120: O animal terá a capacidade de regeneração da prole e poderá ir e levar seres e objetos para o submundo. Nesse nível, o animal adquire uma habilidade de transformação, podendo virar qualquer arma branca ou de fogo que a prole desejar para lutar, estabelecendo uma conexão com sua alma e mente, como se fossem um. A arma normalmente estará envolta em uma aura negra que lhe permite cortar as almas dos seus inimigos.

 

Nível 121-160: O animal agora pode controlar a energia espiritual das almas ao redor, assim podendo criar ataques de energia que irá direcionar ao seu inimigo, essa energia sendo capaz de destruir o metal equivalente à resistência de suas garras. Concentrando essa energia, ele pode se transformar em um grande chacal de duas cabeças por 5 rodadas, cujo rugido causa uma forte ventania seguida de uma tempestade de areia e chamar espíritos desencarnados para confundirem os inimigos.

 

Nível 161-200: O animal adquire a capacidade de trocar itens de lugar sem que outros percebam, ou simplesmente roubar sem que sintam. Chacais quebram leis, pelo paradoxo de roubarem ossos dos mortos quando eles seriam os protetores dos mesmos, então nenhuma regra imposta sobre eles funcionará, sendo impossível ver o que estão fazendo ou prever o que farão, são indomáveis (ou seja, nada que o submeta de alguma forma funcionará), são capazes de se misturar em qualquer ambiente sem que sejam percebidos e terão muita sorte, assim não tendo sua sorte ou probabilidades manipuladas contra si. Por fim, ele poderá manipular a sua energia espiritual, combinando com a energia das almas de todos os seres ao seu redor, assim gerando um poderoso tornado que causará danos irremediáveis às almas dos inimigos caso não tenham resistência, mas caso tenham, ainda assim terão metade da sua energia sugada. Somente a prole não é afetada em nada por esse ataque e só pode ser usado 1 vez por evento.

 

Nível 201-240: Chegando nesse nível, o animal pode se transformar no semideus, adquirindo a capacidade de usar todos os poderes com a mesma eficácia que o semideus. Ele também é capaz de invocar uma tumba do chão, da qual sairão centenas de guerreiros chacais (corpo de pessoas, garras similares ao da prole, cabeça e pele de chacal, velocidade equivalente a metade da prole), estes portando diferentes armas em suas mãos com a resistência do Ferro Divino.


 

Deus das Pragas

Em algumas mídias, Anúbis é relacionado a pragas, maldições e doenças, demonstrando autoridade sobre elas ou pelo menos fazendo-as se manifestarem com a sua presença. Acontece que Anúbis, após ser escondido por sua mãe para que o marido dela, Seth, não o matasse, foi acolhido por Ísis, assim sendo criado como seu filho. Sendo Ísis deusa da magia, durante sua criação, Anúbis aprendeu algumas magias, também desenvolvendo uma aura mágica poderosa que causa maldições e manifesta efeitos que ele não é capaz de controlar. A prole desenvolverá a mesma aura incontrolável, no momento mais evidente durante a luta contra um ou mais inimigos.

 

Nível 50: Quando o inimigo se colocar contra a prole, ele perderá a sua imortalidade.

 

Nível 100: Quando o inimigo se colocar contra a prole, ele perderá as suas resistências.

 

Nível 150: Quando o inimigo se colocar contra a prole, ele terá ferimentos abrindo por todo o seu corpo e seus poderes de regeneração (caso tenha) serão totalmente anulados.

 

Nível 200: Quando o inimigo se colocar contra a prole, ele perderá os seus 5 sentidos.

 

Nível 250: Quando o inimigo atacar a prole, ele perderá toda a sua energia.

 

Obs.: As perdas duram três rodadas.


 

Guia dos Mortos

Anúbis era conhecido como o Guia dos Mortos, aquele que levava os mortos para o seu julgamento, também feito pelo deus com a cabeça de chacal. Era ele quem escolhia o destino dos mortos através do julgamento. Os bons iam para a vida eterna, os maus eram devorados por um demônio que acompanhava a prole. Como Juiz dos Mortos, o deus demonstrou novas habilidades, estas que ajudavam o seu trabalho, as quais foram herdadas por sua prole.

 

Nível 1-10: A prole pode ver os sentimentos dos outros, sabendo exatamente como se sentem.

 

Nível 11-25: A presença da prole fará com que os outros falem somente a verdade, incapazes de mentir. Mesmo se alguém mentir inconscientemente, ela saberá a verdade.

 

Nível 26-35: A prole pode ver o passado dos outros, sabendo, especificamente, dos pecados e dos erros cometidos por aquela pessoa.

 

Nível 36-50: A prole pode desfazer ilusões, sabendo quando estas estão sendo utilizadas.


 

Regeneração dos Mortos

Quando os mortos vão ao encontro do deus, independente da morte que teve, eles se apresentam da maneira exata como estavam antes do que quer que tenha os matado. O deus, tendo convivido tanto tempo com eles, acabou desenvolvendo uma regeneração especial, esta também manifestada na sua prole.

 

Nível 1-10: A prole pode curar ferimentos leves e superficiais em segundos.

 

Nível 11-25: A prole pode curar ferimentos médios em segundos.

Nível 26-35: A prole pode curar ferimentos profundos em segundos.

 

Nível 36-50: A prole pode curar ferimentos graves em segundos.

 

Nível 51-99: Mesmo estando à beira da morte, a prole poderá se curar rapidamente, podendo também regenerar membros.


 

Alma Egípcia

No Egito, os antigos acreditavam que a alma das pessoas era dividida em nove partes, cada uma com um nome e um significado, mesmo os deuses possuíam almas assim. Anúbis, sendo o deus dos mortos, possui conhecimento sobre as almas superior a qualquer outro deus, o que lhe permitiu ter algumas técnicas especiais com o conhecimento mais aprofundado que teve da aula, este combinado com o que ele adquiriu com sua tia, também conhecedora da alma. O conhecimento será de sua prole por consequência.

 

Nível 1-50: Ba, segundo os egípcios, era a sua alma, esta que podia sair do seu corpo durante uma meditação ou enquanto se dorme, normalmente tendo a forma de um pássaro com a cabeça da pessoa. A prole de A