A PRÓPRIA MORTE 

       HISTÓRIA        

A morte como uma entidade sensível é um conceito que existe em muitas sociedades desde o início da história. A morte também é representada por uma figura mitológica em várias culturas. Na iconografia ocidental ela é usualmente representada como uma figura esquelética vestida de manta negra com capuz e portando uma foice/gadanha. É representada nas cartas do Tarot e frequentemente ilustrada na literatura e nas artes.

A associação da imagem com o ceifador está relacionada ao trigo, que na Bíblia simboliza a vida. Em inglês, é geralmente dado à morte o nome de "Grim Reaper". Também é dado o nome de Anjo da Morte (em hebraico: מַלְאַךְ הַמָּוֶת Malach HaMavet), decorrente da Bíblia.

A morte também é uma figura mitológica que tem existido na mitologia e na cultura popular desde o surgimento dos contadores de histórias.
Morte afirma que nem ele nem Deus pode se lembrar de quem é mais velho dos dois. Ele também afirmou que ele pode, até mesmo colher o próprio Deus. Se for verdade, a morte é o mais velho dos Cavaleiros, ea única entidade conhecida poderoso quanto o próprio Deus.

     FILHOS DA MORTE     

Aparência: Alguns dizem que os olhos são a janela da alma, por tal motivo é possível notar olhos tão claros como a mais límpida lagoa nos descendentes do Cavaleiro. Em certos casos, os olhos da criação acabam por se tornarem escuros, isso se deve a sua convivência com a humanidade e seus males, que acaba por corromper a “inocência” dos herdeiros do apocalipse. Seus cabelos, assim como os olhos diferem tanto do mais claro louro para a mais obscura escuridão, o que acaba por em vezes se destacar em meio a sua pele caucasiana.

 

Personalidade: São Calmos e sempre ficam quietos em seu canto apenas observando, quando irritam um filho do cavaleiro da morte, o mesmo se estressa e vira um perigo para quem estiver perto. Os filhos tem uma grande falta de empatia, por sempre buscar o equilíbrio os mesmos não se importam de matar milhares de gente ou de ver pessoas que nunca conheceram serem mortos, eles nunca trazem pessoas de volta a vida, por conta do equilíbrio, somente se matar outra pessoa, para fazer a balança continuar igual. 

         HABILIDADES       

Poderes Passivos
 

Fisiologia da Morte


Os filhos de Morte são seres cósmicos tão poderosos que são extremamente difíceis de matar sendo que vossos corpos e almas são extremamente protegidos.

Nível 1-30: O herdeiro do apocalipse não é um ser de todo “vivo”, não sendo afetado por doenças, vírus, pragas, maldições ou mesmo necessidades fisiológicas que os seres vivos apresentam, como respirar, se alimentar, descansar e etc. Pode se relacionar com seres vivos e dar continuidade a sua linhagem. Seu corpo não envelhece, a menos que a própria criação deseje isso, pois foi criado pela própria Morte e de certa forma é um ser que beira a perfeição.

 

Níveis 31-60: Como criação do mais forte dos cavaleiros, o mesmo possui resistência às proles de outros cavaleiros com nível igual ou inferior ao da criação, além deles dificilmente negarem um pedido ou ordem da criação.

 

Nível 61-90: Os elementos naturais não tem a capacidade de lhe fazer mal, não tendo a capacidade de lhe causar um arranhão sequer. 

 

Nível 91-120: A partir daqui, seu corpo não sente dor ou mesmo pode sofrer de ataques do tipo contusão (socos, golpes físicos não cortantes / perfurantes, etc).

 

Nível 121-150: Por ser a criação da personificação da Morte, aqui a criação e, si é imune a manipulação da alma ou mesmo ataques desse tipo, não sendo afetado por ataques que venham a atingir a mesma ou mesmo uma possessão. 

Nível 151-200: A morte não pode ser controlada ou manipulada por outrem contra sua vontade, logo, a criação é imune a controle mental e suas aplicações. 

Nível 201-250: Devido a sua grande capacidade, é completamente impossível manipulação de matéria atingir a criação. 


Conhecimento Multiversal

Nível 100: Desde sua criação, o herdeiro do cavaleiro tem em sua mente praticamente todo o conhecimento do planeta ao qual reside, desde sua criação até os dias atuais e futuros, não possuindo segredos ou mesmo técnicas, localizações ou idiomas que a criação não conheça. 

Nível 200: Agora seu conhecimento se expande pelo sistema solar.

Nível 300: No ápice de seu poder, o conhecimento da criação se estende a galaxia em que se encontra.

Horse of Death

A morte não tem apenas um cavalo, ela possui vários, esses animais se chamam testrálios, os mesmos possuem a aparência de um cavalo alado, corpo esquelético cujas feições lembram um dragão, possuem olhos brancos e vazios e enormes asas coriáceas que lembram as de um morcego. Somente pessoas que já viram alguém morrer podem vê-los, são negros e domesticados perante Morte e suas criações apenas. Desde sua origem, a criação recebe um testrálio que obedecerá somente seu dono e próprio cavaleiro. 

 

Nível 1-30: O mesmo surge simplesmente do nada sempre que a criação necessita, carrega somente seu dono, para qualquer lugar que o filho da morte conheça, além de poder atacar quem tentar fazer mal ao seu mestre. Sua velocidade é duas vezes a velocidade de seu dono.

 

Níveis 31-60: O mesmo consegue voar por muitos lugares sem demonstrar cansaço, poderia rodar continentes junto ao filho da morte e mais uma pessoa. 

 

Níveis 61-90: Nesse nível, nem mesmo aqueles que viram mortes poderão ver o cavalo sem que a criação deseje, tornando ele e quem o estiver montando completamente invisíveis. 

 

Níveis 91-120: Agora a Montaria não precisa de nada, somente que seu dono o guie e mesmo que o filho da Morte não fale para onde deseja ir, os dois tem uma ligação mental, um sabe onde o outro está ou onde deva ir. Nesse nível, a velocidade será o triplo da criação de morte.


Velocidade Elevada

Essas proles exibem uma grande velocidade, sendo um dos seres mais rápidos existentes.

Nível 01-10: Conseguem alcançar velocidades de até 800 km/h.

 

Nível 11-25: Conseguem alcançar velocidades de até 1600 km/h.

 

Nível 26-35: Conseguem alcançar velocidades de até 2400 km/h.

 

Nível 36-50: Conseguem alcançar velocidades de até 3200 km/h.

 

Nível 51-99: Conseguem alcançar velocidades de até 4000 km/h.

 

Nível 100-150: Conseguem alcançar velocidades de até 4800 km/h.

Nível 151-200: Conseguem alcançar velocidades de até 5600 km/h.

 

Nível 201-250: Conseguem alcançar velocidades de até 6400 km/h.

 

Nível 251-300: Conseguem alcançar velocidades de até 7200 km/h.

Intenção da Morte

A prole da Morte está sempre rodeada por uma aura extremamente letal à todos os vivos, mas sempre é capaz de conter este dentro de si. Entretanto, quando é de sua vontade é capaz de liberar essa aura, ceifando a vida de todos próximos de si.

Nível 01-50: A prole libera uma aura que é capaz de matar todo ser vivo animal e vegetal, esta não sendo mitológica. A aura fica ao redor da prole a poucos centímetros de seu corpo, e ela irá tirar a vida de tudo o que tocar, sem qualquer distinção. O menor contato físico com a prole fará com que sua energia vital seja sugada de seu corpo e passada para a prole, curando feridas e restaurando energia da mesma. 

 

Nível 51-100 A prole pode liberar uma onda de energia mortal numa área de até 25 metros, onde irá afetar tudo no seu alcance. Tudo que for vivo terá sua energia vital sugada para a prole. Seres mundanos (humanos, plantas e animais comuns) serão mortos instantaneamente pela aura. Outros seres (ainda com poder inferior ao da prole) poderão ser absurdamente enfraquecidos pela prole, tendo suas capacidades cerebrais e físicas reduzidas em 25%


Nível 101-150: A onda de energia liberada pela prole chega até 50 metros de área. Outros seres (Com poder igualado ao da prole) poderão ser absurdamente enfraquecidos pela prole, tendo suas capacidades cerebrais e físicas reduzidas em 50%. Semideuses mais fracos serão simplesmente levados a estado vegetativo com o mero contato, mas na próxima rodada irão morrer.

 

Nível 151-200: A onda de energia liberada pela prole chega a 100 metros de área.


 

Monarch of Souls

Morte é o cavaleiro responsável por ceifar toda a vida existente, podendo ceifar até mesmo Yahweh. Afim de partilhar seu poder com suas criações, com a finalidade de obter o assassino perfeito, seus herdeiros possuem a habilidade de coletar e comandar as almas daqueles que perecem em sua presença.

 

Nível 01-50: A alma daquele que perecer a menos de 10 metros da criação de Morte poderá ser absorvida de forma automática, elevando assim o poder da criação. Se porventura uma alma tenha nível superior ao da prole, a criação do cavaleiro não conseguirá absorve-la.

 

Nível 51-100: A partir de agora, as almas são absorvidas em um raio de 20 metros, essas darão estamina para a criação do cavaleiro. Podendo absorver e armazenar até 2 almas agora.

Nível 101-150: O aprendiz mortal poderá nesse nível recolher automaticamente almas em até 50m, além de agora poder armazenar até 3 almas.

 

Nível 151-200: Nesse nível, as almas simplesmente vão até você e lhe fornecem energia, fazendo com que sua fonte de poder sempre esteja completa enquanto as tiver armazenadas dentro de si. Pode armazenar até 4 almas.

 

Nível 201-250: Agora já podendo ter cem 5 consigo.

 

Nível 251-300: A partir daqui, almas em um raio de até 100m irão a sua procura para lhe servir, além de seu armazenamento poder atingir um total de até 6 almas.

Observação: As almas são coletadas e armazenadas dentro da criação de Morte de forma automática, logo, mesmo que durante um evento personagem X tenha poder de ressurreição, ele só voltará em caso de seguro / super seguro ou a criação do cavaleiro esteja de acordo em libertar a alma para que ela seja reposta em seu corpo por outros ou pelo próprio poder daquele que fora liberto, porém inevitavelmente retorna após o fim do evento. Se por acaso tenha mais de uma criação de Morte no evento, as almas terão predileção para aquele com mais níveis, além de não funcionar com as almas de seres de nível superior ao da prole.

A Morte jamais vista


Ninguém pode de facto ver a morte ou a encontrar, dessa forma, as criações não serão vistas, sentidas ou ouvidas.

 

Nível 50: Todos que lhe enfrentam ficam automaticamente cegos durante o combate, não podendo ver nada!

 

Níveis 100: Isso é uma condição divina da morte, os inimigos não conseguem lhe enxergar, ouvir, sentir seu cheiro ou mesmo presença, ficando completamente alheios de onde está ou estará a criação para lhe trazer o destino final.

Um último suspiro... 

 

A criação do cavaleiro tem grandes capacidades regenerativas, podendo aguentar mais tempo em combate para enfim abater seu alvo.

 

Nível 1-30: Sendo criações da própria Morte possuem muitas habilidades que lhes concedem o "status" de imortais, uma delas é sua grande capacidade regenerativa. Sua pele não sofre com a diminuição de fluídos e elasticidade, permanecendo jovial pela eternidade. Seu corpo também produz novas células a uma velocidade extrema, tão grande é esta capacidade que desde seu nascimento são capazes de regenerar pequenos membros perdidos (orelhas, dedos e até mesmo as mãos e os pés) em questão de minutos. Além disto, qualquer organismo ou substância maléfica que adentre seu corpo é instantaneamente consumido por suas células. 

Nível 31-60: Neste nível sua regeneração sofre um grande "boost", conseguindo realizar a regeneração de membros como braços e pernas em questão de segundos. Também são capazes de regenerar danos a seus órgãos vitais e não-vitais, ainda não podendo regenerar a cabeça e seu coração caso sejam destruídos.

 

Nível 61-90: Já são capazes de regenerar-se da perda de sua cabeça ou destruição de seu coração, sua capacidade regenerativa se torna rápida o suficiente para se regenerar em frações de segundos. As células de seu corpo são capazes de agir de forma independente quando alguma substância, material ou solução maléfica venha a surgir em seu corpo, isto é, assim como as células do corpo de um humano comum em situações extremas passa a devorar sua própria gordura, as células da criação da morte devoram qualquer substância, matéria ou solução patogênica que tente causar mal ao organismo do ceifeiro. Suas capacidades cerebrais também são melhoradas, conseguindo então desfazer danos causados a seu consciente ou subconscientes em questão de segundos.

 

Nível 91-120: Se tornam portadores de uma grande regeneração, seu corpo pode ser quase que totalmente destruído, mas contanto que reste uma única gota de sangue de seus corpos serão capazes de se regenerarem completamente a partir dela. Seu cérebro é capaz de desfazer danos a seu consciente e subconsciente em questão de segundos, isso sem um limite específico. Diferente de antes, qualquer malefício a seu corpo físico é instantaneamente consumido por suas células. 

 

Nível 121-150: Seu corpo físico pode ser completamente destruído, mesmo que não reste uma única célula de sua existência ainda serão capazes de se regenerar contanto que sua alma permaneça intacta. Em sua forma astral possuem ainda sua consciência, podendo continuar a usar seus poderes livremente. Qualquer dano direcionado a seu corpo físico é regenerado instantaneamente, mas caso ele seja destruído ainda possuem uma capacidade regenerativa divina, podendo regenerar danos espirituais/astrais em algum tempo, quanto maior o dano recebido, maior o tempo requerido para se regenerar. Seus corpos são refeitos após cinco rodadas e suas almas retornam a eles. Sua capacidade regenerativa está entre uma das melhores de toda a existência, afinal, as crias do cavaleiro estão diretamente ligadas aos conceitos de vida e morte.

 

Nível 151-200: Sua ligação aos conceitos de vida e morte de torna mais sólido. Sendo ligados aos conceitos, alcançam a chamada regeneração conceitual, mesmo que sejam completamente apagados da existência serão capazes de retornar desde que o conceito de vida e morte ainda exista. De fato, um grande poder como este não viria sem seu custo. A cada vez que retornam recebem uma perda de 30 níveis, demorando um total de cinco rodadas horas para poderem retornar. 

Obs: O apagamento da existência de seres mais fortes que a prole nega facilmente tais capacidades regenerativas.

Poderes Ativos
 

Slaves of Death

 

Nível 100: As almas sob o controle da criação se levantam sob seu comando, possuem forma física, mas ainda possuem a capacidade de um simples humano e tendo somente 5 de suas habilidades passivas, além de terem apenas 50% dos níveis que tinham enquanto vivos.

 

Nível 200: Através desse poder, com tal nível, as almas convocadas pela criação agora de facto possuem poderes e forma física espiritual, tendo 75% dos níveis que tinham enquanto vivos e agora tendo todas suas habilidades passivas.

Observação: Quando os servos são derrotados suas almas são libertas caso não tenham sido destruídas.

Nível 300: Neste nível já podem invocar as almas com 100% dos níveis que tinham enquanto vivos. também já podendo utilizar de seus poderes ativos. 

Dark Knight

 

Nível 01-50: Seu controle sobre as sombras é baixo, precisa ter sombras ao seu redor para utilizar o poder, pode tornar pequenas sombras sólidas e até mesmo criar esferas de sombras que possam se igualar ao tamanho de um veículo motorizado, não precisando estar perto de uma, consegue congelar ou torná la sólida. 

Nível 51-100: A Prole já consegue criar esferas de sombras com tamanho de edifícios do nada, não precisando estar realmente perto de uma ou haver uma, consegue fazer a sombras de seu oponente prender ele fixamente, fazendo como se fosse uma cadeia ao corpo do oponente, a sombra faria o corpo se sentir preso e congelado. Seu controle se torna mediano.

Nível 101-150: Consegue manipular e criar sombra em larga escala, e controlá-las muito bem. Agora não manipula somente as sombras, mas também as Trevas, o Escuro, Escuridão. O usuário, dominando plenamente a escuridão, é capaz de gerá-la e moldá-la como e quando desejar, bem como controlá-la para os mais diversos fins. 

 

Nível 151-200: Manipulando agora de forma perfeita as, os seus usos mais comuns são trazer a escuridão e tornar a luz ausente em quaisquer locais, mas usuários mais poderosos podem fazer com que as sombras tenham forma e solidez, usando-as para criar campos de força, construtos e clones, por exemplo. Através das sombras, ele pode viajar instantaneamente para qualquer local, voar, se ocultar da visão de indivíduos e até mesmo controlar movimentos alheios.