top of page

Essa é uma técnica divina proibida, utilizada muitas vezes como um último recurso devido sua natureza quase suicida, sendo mostrada primeiramente por Theodore Bagwell, que a usou para aumentar os poderes de seus aliados. Consiste em induzir a destruição parcial de sua própria existência, queimando não só corpo, mas também o espírito em troca de um ganho exorbitante de energia divina e experiência. Isso faz com que o corpo do usuário ganhe um aspecto mais envelhecido em relação a sua verdadeira idade cronológica durante o uso desta técnica divina, o que também se reflete nos efeitos do uso deste método. É poderosa, com seu uso concedendo momentaneamente um ganho de simplesmente dois mil níveis para aquele que a usa, até mesmo podendo superar o limite do “despertar do deus”, que normalmente só pode ser rompido com a posse de um cargo divino, mas claro, temporariamente. Porém, seu uso possui um ricochete profundo, onde para cada rodada de uso, os danos da “autofagia existencial” se enraízam ainda mais em seu ser, gerando uma sequela existencial que se expressa como a perda de vinte e cinco (25) níveis daquele que a utilizou. Isso pode servir para aumentar seu poder “base” com base na aba níveis e conquistas, mas não é só isso, pois também serve para poder utilizar transformações de níveis superiores, as quais não poderia usar apenas com seus níveis, apesar de que, claro, deve possuir tal transformação para usar desta junto a técnica. 

Sangria Imaterial de Tohil

R$ 0,00Preço
    bottom of page